Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

#1
 Jhon

avatar
Administrador
Administrador


Sinopse: Tudo aparenta ser legal e seguro, mas há um lado negro neste outro grupo de sobreviventes.

Título: Slabtown.
Estreia Internacional: 2 de Novembro de 2014.
Estreia Brasil: 4 de Novembro de 2014.

Informações:
Slabtown é um lugar violento em Atlanta, onde existe prostituição e muitas brigas... e sabe o que mais? Slabtown é o título do episódio 4 dessa temporada, ep solo da Beth. Próximo desse lugar, temos o grande Grady Memorial Hospital! Lugar usado para as gravações.

Elenco: Andrew Lincoln (Rick Grimes), Lauren Cohan (Maggie Greene), Norman Reedus (Daryl Dixon), Emily Kinney (Beth Greene), Steven Yeun (Glenn Rhee), Chandler Riggs (Carl Grimes), Danai Gurira (Michonne), Melissa McBride (Carol Peletier), Sonequa Martin-Green (Sasha), Chad L. Coleman (Tyreese), Lawrence Gilliard Jr. (Bob Stookey), Alanna Masterson (Tara Chambler), Michael Cudlitz (Abraham Ford), Josh McDermitt (Dr. Eugene Porter), Christian Serratos (Rosita Espinosa) e Andrew J. West (Gareth).


Fotos:

Spoiler:

Spoiler:

Spoiler:

Promo:


The Walking Dead Season 5 5x04 Sneak Peek #1 " Slabtown"

Ver perfil do usuário

#2
 Lord Dionisio

avatar
Membro Avançado
Membro Avançado


O que eu posso dizer? Depois de todas essas temporadas. Alguém achou um bom uso para um personagem ruim, Beth. O que pensei que fosse um episodio péssimo ou ruim. As coisas começaram a ter uma certa ordem, podemos ver que a lerdeza, a burrice, a bobona, a fracona de todo o grupo, a boazinha, serviu de útil pela primeira vez na vida e me surpreendi. O enredo deste episodio foca mais em um sistema, e temos foco em alguns personagens que não deixa escapar daquela analise marota. Temos a mandante de todo o sistema com a sua perversidade a Dawn, temos o medico que faz tudo para sobreviver, temos o cara do pirulito ambulante que pega as minas, e temos o neguin, não, ele é gente boa demais. O episodio foi tão bem feito mesmo, que podemos ver um desenvolvimento em cada personagem. O que chama destaque e as duas mulheres do episodio, a mandante do sistema Dawn e a Beth, sim a feia. Pude ver tanta merda ali e maldade que a Beth, sim, esse ser "fracona", fez as coisas tudo dar certo do jeito dela. Claro que ainda dar uns vacilos como sempre. O enredo foi tão bem feito, que pós um uso adequado a própria Beth, e pelo incrível que pareça, desenvolveu a personagem e a própria historia de twd. Vale notar que se vimos a Beth de um jeito, temos que analisar que a mandante Dawn é oposta, não, a Dawn não é gente boa. Nem chega perto. A Beth tem o meu respeito agora, mais do que nunca. Ela é gente boa e demais. A Dawn agora, é um ser oposto a Beth, sim, esta mulher faz mais merda como nunca vi na vida, só falta trazer desgraça, algo que faltou no Governador. Este episodio possui o Selo Lord Dionisio de qualidade. Aprovadíssimo o episodio. Não, não é ironia, não se confundem. Eu aprovo e muito o episodio.

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]


Tópicos similares

-

» Literatura
» About kings and queens

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum